Cadastre-se | Login

Entrevistas

Paulo Thiago revela ao OLutador.com sua estratégia para a luta do UFC 115

OLutador.com:  Como está a preparação para a luta? 
A cada luta procuro aprimorar minha técnica como um todo, além de montar uma estratégia específica para o adversário que terei que enfrentar.
 
OLutador.com:  O que tem de diferente no treinamento da sua equipe (Constrictor Team) e as outras que você treinou no Rio de Janeiro? 
A palavra certa é esta: diferente. Com estas diferenças consigo acrescentar e enriquecer meu treino e ainda posso passar para os colegas novidades do mundo da luta. A Constrictor tem um treino forte e diversificado não devendo nada a qualquer grande time. Faz parte do processo de globalização da informação!
 
OLutador.com: O Martim Kampmann possui um cartel respeitável. O que você sabe sobre seu jeito de lutar?
Hoje não existe mais lutador deficiente naquele nível de evento – UFC. Todos são perigosos e tem cartel respeitável. É preciso ter o jogo bem estudado e pra isso eu conto com uma equipe atenta que me ajuda na orientação e formação da estratégia correta. 
 
OLutador.com:  Como faz para conciliar a vida de atleta e policial?
Nem eu sei! Acho que é mais uma questão de determinação e disciplina. Tenho objetivos e busco ser bem sucedido nas minhas empreitadas, seja na luta, na polícia ou na vida...
 
OLutador.com:  Como acha que o seu treinamento no Bope pode te ajuda como lutador? 
A necessidade de concentração na polícia pode fazer a diferença entre viver ou morrer; na luta pode ser a diferença entre a vitória e a derrota. Outro ponto em comum é o constante treinamento de condicionamento físico e precisão nos movimentos.
 
OLutador.com:  O que é pior: enfrentar bandidos pelo Bope ou lutadores “casca grossa”no octagon? 
Não se trata de “pior”; o mais perigoso, naturalmente, é a luta contra os bandidos onde sempre envolve perigo de vida. No octagon é só alegria – é preciso ter prazer em lutar! 
 
OLutador.com:  Quem são os seus ídolos no MMA?
Não tenho ídolos, mas tem muitos lutadores que são referências e inspirações para mim. Cada um com suas peculiaridades. Não seria justo nomina-los, já que são muitos e cada um tem um efeito diferente na forma me servem como referencial.
 
OLutador.com:  Quais são os melhores lutadores de sua categoria? 
GSP, sem dúvida, Josh Koschek, Thiago Pitbull, John Fitch, Mike Swick.
 
OLutador.com:  Para dar um “nocaute” na entrevista, qual a projeção você faz para o combate contra o dinamarquês?
Uma trocação agressiva e objetiva seguida do chão movimentado, constrição e finalização!
 
A Equipe OLutador.com agradece e fica na torcida para a vitória do grande Paulo Thiago.