Cadastre-se | Login

Notícias

11/11/2011 - 19h07

Cigano aposta em luta com menos de cinco rounds para conquistar o cinturão dos pesados

- Brasileiro enfrenta neste sábado, dia 12, em Anaheim, na Califórnia, o campeão Cain Velasquez, que defende o cinturão dos pesados pela primeira vez
- Evento marcará a estreia do UFC na TV aberta americana e na Rede Globo, que garantiu os direitos de transmissão dos eventos do UFC no Brasil a partir de 2012.
- Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, dia 9, Dana White definiu a disputa de cinturão como a “luta mais importante da história do UFC”.   

Neste sábado, dia 12, o campeão dos pesos pesados Cain Velasquez (9-0) colocará o seu cinturão em jogo pela primeira vez contra o brasileiro Junior Cigano (13-1), no aguardado UFC On FOX. Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, dia 9, os dois lutadores foram diplomáticos e prometeram uma batalha emocionante, mas discordaram em um ponto: a provável duração da luta. Enquanto o campeão acredita em uma batalha de cinco rounds, Cigano arrisca uma previsão: “Estou pronto para lutar cinco rounds, mas acho que essa luta vai terminar antes”. 

O evento, marcado para o Honda Center em Anaheim, Califórnia, celebrará uma noite histórica para o UFC. Além da aguardada disputa do título dos pesos pesados entre o campeão Cain Velasquez (9-0) e o brasileiro Junior Cigano (13-1), o UFC On Fox assinalará a estreia da organização na televisão aberta nos Estados Unidos. Para os brasileiros, a noite também é de novidades: será a primeira transmissão de uma luta de MMA pela Rede Globo, que exibe o embate principal a partir de 00h15 com narração de Galvão Bueno e comentários de Vítor Belfort. 

As demais lutas do card serão transmitidas pelo canal Combate, a partir de 19h45m. Outro destaque é o embate entre os pesos leves Clay Guida e Ben Henderson, dois dos mais importantes nomes da categoria. 

Para Dana White, será a “maior luta da história do UFC”

“Será a luta mais importante da história do UFC”, afirmou Dana White nesta quarta, dia 9. Segundo o presidente da organização, o evento que definiu como “grande passo do UFC rumo ao grande público” não poderia estar em mãos melhores do que as de Cigano e Cain. “Não há outra luta que eu gostaria de colocar na televisão aberta. Se todos os meus lutadores estivessem saudáveis e à minha disposição, eu ainda escolheria Cigano e Velasquez”, concluiu White.

Para os dois pesos pesados, ambos invictos no UFC, contudo, a pressão no octógono neste sábado será a mesma de todas as outras batalhas. “Estou sentindo a mesma pressão que senti na minha última luta. É uma grande chance para mim, eu quero e irei aproveitar cada momento”, declarou Cigano. “É apenas mais uma semana de luta, como qualquer outra”, fez coro Velasquez.

Junior Cigano pretende manter a luta como manteve todas as outras no octógono: de pé.  “É MMA e estou pronto para lutar em qualquer lugar, mas gosto de lutar de pé e quero ficar assim. Se lutarmos assim, será um grande show, tentarei nocauteá-lo”, afirmou o brasileiro, confiante. “Será uma grande guerra, como os jogos de futebol entre Brasil e México, mas tentarei trazer o cinturão para o Brasil”, concluiu o desafiante, prevendo que a luta não irá durar cinco rounds. 

Velasquez, no entanto, discorda da previsão do desafiante. “Acho que será uma guerra de cinco rounds, estou preparado pra isso”. O presidente Dana White, por sua vez, também arriscou um palpite de que a luta não irá durar cinco rounds, mas garantiu uma coisa: “Vai ser uma guerra. Pode durar 15 segundos ou 25 minutos, mas vai ser uma luta boa de qualquer maneira”, afirmou. 

LUTA PRINCIPAL 

Cain Velasquez vs Junior Cigano

CARD PRELIMINAR

Clay Guida vs Ben Henderson

Pablo Garza vs Dustin Poirier

Norifumi Yamamoto vs Darren Uyenoyama

Ricardo Lamas vs Cub Swanson

Clay Harvsion vs DaMarques Johnson

Robert Peralta vs Mackens Semerzier

Paul Bradley vs Mike Pierce

Matt Lucas vs Aaron Rosa

Alex Caceres vs Cole Escovedo

Fonte: Textual Comunicação.

Foto: Divulgação UFC