Cadastre-se | Login

Notícias

15/09/2014 - 10h52

Preliminares do UFC Brasília: Godofredo Pepey finaliza Dashon Johnson em triângulo espetacular

Fonte: MMA Brasil - Por: Alexandre Matos

Finalista do TUF Brasil 1, Pepey anota a segunda interrupção espetacular seguida no UFC. Igor Araujo é massacrado por George Sullivan, fica desacordado e sai de maca do octógono em Brasília.

Godofredo Pepey termina uma luta de modo espetacular pela segunda vez seguida. Na principal preliminar do UFC Fight Night 51, disputado no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, o vice-campeão do TUF Brasil 1 saiu do octógono como um dos virtuais ganhadores do bônus de performance da noite.


Godofredo Pepey finaliza Dashon Johnson de modo espetacular em Brasília (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC)

Desde o começo, o brasileiro mostrou técnica bem desenvolvida na troca de boxe contra Dashon Johnson. Lançou bons golpes, arriscou chutes rodados da capoeira. Quando finalmente levou a luta para sua zona de conforto, prendeu o americano num triângulo. Com um belo movimento, Pepey girou e acabou por cima, ainda com o triângulo travado, puxou o braço e fez Johnson se render na chave de braço aos 4:29 da primeira parcial.

George Sullivan destrói Igor Araujo no ground and pound

Em atuação implacável, George Sullivan mostrou superioridade em pé e brutalidade no solo. Como resultado, deixou Igor Araujo estirado no solo por um bom tempo.


George Sullivan desce a lenha em Igor Araujo (Foto: Divulgação/Wagner Carmo/InovaFoto)

O boxe tecnicamente muito superior de Sullivan deixou o duelo desequilibrado em pé. Restou a Araujo buscar de qualquer maneira a luta de solo. Quando conseguiu, tentou atacar o braço do americano, mas não conseguiu firmar a posição e terminou por baixo de um violento ground and pound.

O brasiliense voltou com o rosto inchado para o segundo assalto e seguiu insistindo nas quedas. Vendo que não conseguia mover Sullivan da grade, Igor teve a infeliz ideia de puxar para a guarda. Como resultado, foi brutalizado no ground and pound. A interrupção aconteceu na marca de 2:31.

Igor passou um bom tempo estirado na lona recebendo atendimento. Depois de vários minutos, foi colocado na maca com a cabeça e o pescoço imobilizados, levado ao hospital para um exame de ressonância, mas liberado em seguida.

Francisco Massaranduba vence Leandro Buscapé em combate animado

Em combate com variantes e lutadores dominando o ponto forte do oponente, Francisco Massaranduba conseguiu superar Leandro Buscapé, que retornou ao UFC neste sábado.


Foto: Divulgação

Buscapé forçou a luta agarrada, onde Massaranduba é superior, desde o começo do combate. Ele aplicou duas quedas no primeiro round, foi mais arisco no chão, mas não levou perigo e ainda viu o adversário reverter a situação na força física do clinch.

O cenário mudou no segundo assalto. Buscapé seguiu na estratégia, mas foi bem mais agudo, chegando perto da finalização em um mata-leão. Massaranduba se safou, mas viu o adversário empatar a luta ao passar mais um bom tempo colado às suas costas.

Nova mudança de panorama no terceiro round. Após levar um bom golpe, Buscapé fez graça para mostrar que não sentiu, mas só conseguiu despertar o adversário. Massaranduba passou a agredir em socos, chutes e joelhadas violentas, além de tentar um ataque ao braço do paulista no solo. O 10-9 do paraibano radicado em Brasília fechou o 29-28 para o ex-TUF Brasil 1. Foi o mesmo placar apontado pelos três juízes laterais.

Paulo Thiago volta a ter performance decepcionante e perde para Sean Spencer

O brasiliense Paulo Thiago viveu mais uma noite difícil no UFC. Dominado em pé e incapaz de trabalhar o jiu-jítsu, o Caveira foi derrotado pelo americano Sean Spencer.


Foto: Divulgação

Campeão do Golden Gloves, Spencer mostrou um boxe muito superior ao brasileiro. Logo no primeiro ataque, mandou Paulo a knockdown, caiu por cima e martelou. Quando o combate voltou a ficar em pé, o oficial do BOPE teve muita dificuldade de superar a defesa de quedas de Spencer.

A situação ficou tão ruim para Paulo Thiago que o americano chegou inclusive a pegar as costas do faixa preta, mas o brasileiro reverteu. Ainda assim, não conseguiu imprimir pressão e viu Spencer se livrar da posição de desvantagem. Como o terceiro round foi disputado praticamente inteiro em pé, o brasiliense passou a acreditar num Hail Mary salvador, mas o golpe não apareceu. No fim, os três juízes deram o mesmo placar de 30-27 visto pelo MMA Brasil.

Rani Yahya prende Johnny Bedford com uma kimura e faz rival bater com o pé

A primeira preliminar acabou com uma finalização típica de um campeão do ADCC. Rani Yahya travou Johnny Bedford com uma kimura, mas quase viu o filme da primeira luta se repetir.


Foto: Divulgação

Logo nos primeiros segundos do combate, Bedford aplicou um chute na cabeça do brasileiro no chão – o duelo de abril acabou por uma cabeçada não intencional do americano. O árbitro chamou atenção, mas não tirou ponto. A partir dali, o brasiliense mostrou toda sua técnica no chão, atacando o Brutal com uma guilhotina muito profunda. Bedford se safou, mas passou o resto do round se defendendo dos ataques de Yahya. A defesa não resistiu ao segundo assaldo, quando Yahya travou uma kimura tão apertada que fez o adversário bater com o pé na marca de 2:04