Cadastre-se | Login

Notícias

25/09/2018 - 21h49

Shooto Brasil estreia em Volta Redonda com três títulos em jogo e Hacran Dias na luta principal


Crédito: Natalino Werneck/ Werneck Produções

Edição 88 acontece pela primeira vez na Cidade do Aço, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 28 de setembro; cinturões dos super-palhas, super-galos e penas estarão em disputa

Com sua bandeira fincada no Rio de Janeiro, o Shooto Brasil mais uma vez expande seus horizontes pelo interior do estado. Nesta sexta-feira, dia 28 de setembro, a cidade de Volta Redonda, no sul fluminense, recebe pela primeira vez o evento. E a edição 88 promete entrar para a história da organização com três disputas de cinturão e um main event daqueles. O ex-UFC Hacran Dias encabeça o show diante de Ricardo Centeno, pelo divisão dos ultra-leves (até 72,6kg). A noite conta ainda com três títulos em jogo. Pelos super-palhas (até 54,4kg) Werick Dinamite e o ex-campeão dos palhas Gilberto Cangaceiro disputam o cinturão vago. Entre os super-galos (até 63,5kg) Glyan Alves defende seu título diante de Fiuri Ribeiro, enquanto que nos penas (até 66kg) Leonardo Limberger também busca a manutenção do cinturão diante de Fabrício Negão, campeão dos leves (até 70kg). O evento tem início a partir das 18h e conta com transmissão ao vivo do Canal Combate.

“É com muita satisfação que realizamos essa edição em Volta Redonda. Já estivemos em outras cidades do interior do Rio de Janeiro e foi um sucesso. Tenho certeza que não será diferente desta vez. Para coroar essa nossa estreia na cidade montamos um card de peso, com três títulos em jogo e um nome carimbado no cenário internacional, como o Hacran, encabeçando a noite. AS expectativas são as melhores possíveis”, afirma Dedé Pederneiras, presidente do Shooto Brasil.

Um dos principais e mais antigos nomes da equipe Nova União, Hacran Dias busca retomar o caminho do sucesso após passagem apagada pelo UFC. Aos 34 anos, o amigo e parceiro de José Aldo vinha de três derrotas consecutivas, que lhe custaram a demissão no Ultimate, até reencontrar as vitórias no seu retorno ao Shooto, na edição 84, quando bateu Mauricio Machado por finalização no round inicial.

Com um currículo de 24 vitórias e apenas seis derrotas, Hacran tem mais uma chance de mostrar que ainda tem muita lenha para queimar no MMA. O adversário do carioca é o equatoriano Ricardo Centeno. Natural de Quito, capital do país, ele fará sua estreia no Shooto Brasil. Com um cartel de quatro vitórias e três derrotas, ele terá pela frente o maior desafio da carreira.

Três cinturões em jogo

Além do main event da noite, o Shooto Brasil 88 reserva ainda grandes emoções. Pela divisão dos penas, o campeão Leonardo Limberger encara Fabricio Negão, campeão dos leves e que desce de divisão para buscar o segundo título em duas categorias distintas do Shooto. Limberger é gaúcho, mas mora no Rio de Janeiro. Ele é pupilo do lendário Pedro Rizzo e soma um retrospecto de 11 vitórias e apenas uma derrota. Já Negão é piauiense e tem um cartel bem parecido com seu rival, com 11 vitórias e duas derrotas.

Pela divisão dos super-galos o mineiro Glyan Alves vai para sua primeira defesa do título. Depois de surpreender e bater o, até então, favorito Pedro Falcão na edição 81, Glyan vai em busca da 12ª vitória na carreira. Do outro lado, o desafiante Fiuri Ribeiro, da equipe Nova União, tenta manter o bom retrospecto de 8 vitórias e apenas uma derrota na carreira. Ele vem de quatro triunfos seguidos, sendo três no Shooto.

Pela categoria dos super-palhas mais um cinturão em jogo. Gilberto Cangaceiro, experiente lutador e ex-campeão dos palhas do Shooto, encara o carioca Werick Dinamite, pelo cinturão da nova categoria, atualmente vago.  Gilberto exala experiência com 23 vitórias e apenas cinco derrotas, enquanto que Werick soma quatro vitórias em quatro lutas disputadas, duas delas no Shooto. O card conta ainda com outras nove lutas, com destaque para as presenças de Thiago Manchinha, Luan Lacerda e Luciano Benício.

Card principal

Até 72kg: Ricardo Centeno (Team EMMA) x Hacran Dias (Nova União)

Até 66kg: Fabricio Negão (Ribas Family) x Leonardo Limberger (Rizzo RVT) - CINTURÃO

Até 63,5kg: Glyan Alves (Master Fight Team) x Fiuri Ribeiro (Nova União) - CINTURÃO

Até 54kg: Werick Dinamite (BPT) x Gilberto Cangaceiro (Constrictor Team) - CINTURÃO

Até 66kg: Alberto Jarrin (Team EMMA) x Thiago Manchinha (Baixinho Team)

Até 77kg: Claudio Rocha (Rocha Top Team) x Murilo Filho (MFT / Arena)

Até 61kg: Alexandre Furão (RD Champions) x Luan Lacerda (Nova União)

Até 66kg: Paulo Ricardo (Relma Combat) x Luciano Benício (Nova União)

Até 93kg: Carlos Eduardo (CT-ATS Team) x Delan Monte (Kimura)

Até 48kg: Monique Adriane (Tsunami Team Taubaté) x Valesca Tina (War Machine / MSP)

Até 77kg: Luiz Fabiano (Ribas Family) x Walber Timoteo (Murilo Filho Team)

Card preliminar

Até 93kg: Felipe Conceição (CMT12)  x Lucas Camacho (Nova União)

Até 63,5kg: Erik Cesar (BPT) x Matheus Gohan (Nova União) - LUTA AMADORA

Shooto Brasil 88

Data: Sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Horário: 18h - ao vivo no Canal Combate

Local: Ginásio da Ilha São João - Volta Redonda - RJ

Endereço: R. Alexandre Polastri Filho, 761 - Voldac, Volta Redonda - Rio de Janeiro
Ingressos: Arquibancada R$ 30 e Cadeira R$ 80  
Pontos de Venda: Taco e You Can (Sider Shopping) e Seleto Hotel