Cadastre-se | Login

Notícias

21/05/2012 - 12h56

TUF BRASIL: Serginho finaliza Pé de Chumbo

Fonte: Textual - Foto: Divulgação - 

· Sergio Moraes usa premiado jiu-jítsu para finalizar Delson Pé de Chumbo com um mata-leão no fim do primeiro round

 · Após “goleada” de 7 a 1 do “Time Verde”, presidente do UFC Dana White pede que as equipes sejam reorganizadas

 · Lutadores recebem a visita do campeão peso médio Anderson Silva, que veste a camisa azul e treina com o time de Wanderlei

Na última luta das quartas-de-final do The Ultimate Fighter Brasil, exibida neste domingo (20), pela Rede Globo, o Time Vitor classificou seu sétimo atleta para a próxima fase do programa, solidificando um placar de 7 a 1 sobre a equipe de Wanderlei Silva. Com um mata-leão no fim do primeiro round sobre Pé de Chumbo, Sergio Moraes foi o último classificado. Diante do placar desigual, o presidente do UFC Dana White teve que interferir, pedindo que os atletas fossem redistribuídos entre suas equipes. Com o novo arranjo, Vina, Reneé Forte e Pé de Chumbo agora são do “Time Vitor”, enquanto Serginho, Bodão e Pepey vestirão a camisa azul de agora em diante.

Outro ponto alto do nono episódio, marcado também pela emocionante história de vida dos protagonistas do último embate da primeira fase, foi uma visita ilustre: Anderson Silva, campeão dos pesos médios, não só visitou os atletas, mas treinou com os lutadores do Time Wanderlei, vestiu a camisa azul da equipe e ainda aproveitou para brincar com a foto de seu ex-oponente, Vitor Belfort.

Serginho finaliza em duelo de faixas pretas:  

Os palpites para a luta, já conhecida desde a semana anterior, apontavam para o jiu-jítsu como caminho provável, uma vez que tanto Serginho quanto Pé de Chumbo trazem faixas pretas na arte suave – sendo Sergio um condecorado campeão mundial. Após uma tímida trocação no início, com momentos no clinch e um perigoso soco de Pé de Chumbo, um chute do atleta da equipe azul deu espaço para que Serginho conseguisse agarrar sua perna e levá-lo para o chão. A partir daí, o domínio foi de Serginho, que, após uma tentativa de guilhotina, conseguiu dominar as costas e aplicar o mata-leão que forçou o oponente a bater, nos segundos finais do round.

Prometendo presentes aos filhos quando voltasse para casa, Sergio comemorou: “Estou muito feliz, muito feliz. Obrigado a todo mundo que torceu e que acreditou", celebrou o atleta paulista, que comoveu a todos com sua história de perseverança e revelou que já trabalhou como cobrador de ônibus. Assim como Sergio, Pé de Chumbo também não nasceu em berço de ouro, revelando no episódio que chegou a passar fome crescendo em Teresópolis, Rio de Janeiro, ao lado de vários irmãos. 

Equipes com nova configuração

A emoção não parou no embate final. Diante do placar de 7 a 1 da equipe de Vitor Belfort sobre o time de Wanderlei Silva, o presidente do UFC, Dana White, decidiu interferir. Em uma videoligação, determinou que Vitor enviasse três de seus atletas para o Time Azul. Caso o técnico não fizesse a escolha, afirmou White, ele mesmo faria essa reorganização. A contragosto e emocionado, Belfort escolheu Sergio Moraes, Thiago Bodão e Godofredo Pepey para a equipe de Wanderlei Silva, que enviou Vina, Reneé Forte e Pé de Chumbo para o outro lado.