Cadastre-se | Login

Notícias

21/01/2011 - 14h29

UFC Fight Night 23 com três brasileiros no card preliminar

UFC FIGHT NIGHT 23: GUILLARD E DUNHAM DUELAM NA CATEGORIA LEVE NO CONFRONTO PRINCIPAL DA NOITE

· Os americanos Melvin Guillard e Evan Dunham entram no octógono visando aproximação com o cinturão da categoria que pertence a Frankie Edgar

  · Os brasileiros Amilcar Alves (meio-médio), Rani Yahya (pena) e Willamy “Chiquerim” Freire (leve) lutam contra americanos pelo Card Preliminar em busca de um futuro na elite do evento

  · No Brasil, o show será exibido ao vivo no Combate, canal à la carte especializado em lutas da Globosat, a partir da meia noite de sábado, dia 22, para domingo, 23.

 O confronto principal do UFC 125, primeiro evento do ano e último a ser realizado pela organização, levou ao delírio os fãs do MMA em todo o planeta. A luta entre dois dos principais lutadores da categoria leve, Frankie Edgar e Gray Maynard mostrou o grande equilíbrio entre os adversários e o resultado mais justo considerado pelos jurados foi o empate. Agora, pouco mais de 20 dias depois, outra luta válida pela categoria leve promete agitar o mundo do MMA: Melvin Guillard vs Evan Dunham, válido pelo UFC Fight Night 23. No Brasil, o show será exibido ao vivo no Combate, canal à la carte especializado em lutas da Globosat, a partir da meia noite de sábado, dia 22, para domingo, 23. Pelo card preliminar do evento, sem exibição pela TV, os brasileiros Amilcar Alves, Rani Yahya e Willamy “Chiquerim” Freire entram no octógono em busca do mesmo objetivo: se firmar no evento.

Mais velho, porém com um cartel de lutas bem menos expressivo, o americano Evan Dunham (11-1) garante estar preparado para encarar seu compatriota Melvin Guillard (44-9-3 - 1NC). “Melvin é um cara muito explosivo que enfrentou e venceu recentemente grandes nomes. Mas eu vou causar muitos problemas pra ele. Posso controlar a luta, levar para onde quiser (em pé ou no chão)”, afirmou o lutador, que se mostra confiante mesmo tendo perdido sua última luta contra o também americano Sean Sherk. Já Guilard vive outra fase: o “The Young Assassin”, como é conhecido pelos fãs, venceu suas últimas três lutas (todas realizadas ano passado).

Brasileiros no card preliminar

Mais experiente entre os brasileiros do card preliminar, Amilcar Alves, de 31 anos, assinou com o UFC em junho do ano passado e fez sua estreia em agosto, UFC 118, quando foi derrotado pelo americano Mike Pierce por finalização. Apesar da derrota, o carioca garante ter assimilado o revés e sabe que precisa de uma vitória. “Sei que a responsabilidade é enorme e que tenho que desenvolver um bom trabalho para continuar no evento, mas estou bem tranquilo”, afirma o carioca, que tem um cartel de 11-2 e entra no octógono para enfrentar o também americano Charlie Brenneman (12-1). “Tenho treinado bastante e tenho certeza que só saio de lá com a vitória”, completou.

Ex-lutador do extinto WEC, o brasiliense Rani Yahya (15-6) volta ao octógono nove meses depois de ser derrotado pelo japonês Takeya Mizugaki na edição 48. Desde então, Yahya dedica-se aos treinos esperando a oportunidade de se firmar no evento. “Estar no UFC já é uma motivação enorme, como se fosse um sonho. Vou batalhar muito para ganhar e mostrar o meu melhor”, explica o lutador após o treino para a luta contra Mike Brown (24-7), que vem de recente derrota para Diego Nunes no UFC 125. “O fato dele ter lutado recentemente é um fator positivo, mas, de qualquer forma, ele é um lutador experiente (Mike tem 35 anos e Rani, 26) e estou me preparando para enfrentar o melhor Mike Brown”, comentou.

Natural de Fortaleza (CE), Willamy Freire ou “Chiquerim” (17-3), como é conhecido desde que tinha meses de vida no Bairro de Aldeota, se prepara para o desafio mais importante de sua vida: estrear em um evento do UFC. “Chiquerim” pisa no octógono para encarar o americano Waylon Lowe (9-3). Na verdade, a primeira luta era para ter acontecido em agosto do ano passado, não fosse uma séria lesão no joelho que o deixou de fora. “Estou no meu momento. Acredito muito em destino e, se me lesionei na época, é porque não era o momento para estrear. Estou muito bem preparado e, como todo lutador, espero sair de lá com uma grande vitória”, afirma “Chiquerim”, para depois explicar o inusitado apelido que o acompanha desde a infância. “Morava com meus avós e fui criado por uma empregada, que cuidava da casa e me deixava em uma espécie de chiqueirinho para crianças. As pessoas que passavam costumavam brincar com ela dizendo que tinha que cuidar do garoto que ficava no ‘chiquerim’, desde lá o apelido pegou”.

CARD PRINCIPAL

Evan Dunham x Melvin Guillard

Tim Hague x Matt Mitrione

Mark Hominick x George Roop

Cole Miller x Matt Wiman

Pat Barry x Joey Beltran

 

CARD PRELIMINAR (Não haverá transmissão pela TV)

Amilcar Alves (brasileiro) x Charlie Brenneman

Rani Yahya (brasileiro) x Mike Brown

Willamy “Chiquerim” Freire (brasileiro) x Waylon Lowe

 

Sobre o Ultimate Fighting Championship (UFC)

O Ultimate Fighting Championship (UFC) é uma organização profissional que mistura artes marciais e oferece séries de eventos de esportes de MMA (mixed marcial arts). Pertence e é controlado pela Zuffa, LLC, AM Las Vegas, nos Estados Unidos. Uma das mais bem sucedidas marcas esportivas do mundo, avaliada em mais de US$ 1 bilhão, o UFC produz doze eventos por ano, distribuídos por televisão a cabo e satélite dos EUA, além de 130 países. Cerca de 351 milhões de lares acompanham cada edição. Para mais informações, visite http://br.ufc.com/.

Sobre o canal Combate

O Combate é referência na televisão brasileira quando o assunto é arte marcial. Produzido pela Globosat e comercializado pelo sistema a la carte, o canal exibe ao vivo eventos de UFC Fight Night e Ultimate Fighting Championship (UFC), a maior competição de artes marciais mistas (MMA) do mundo. Há ainda intensa programação com UFC All Access, UFC Unleashed e o Countdown, que informam sobre os bastidores e o treinamento dos atletas, série de nocautes inesquecíveis do UFC e lutas históricas.

Exibe também os programas "Passando a Guarda", com Jorge “Joinha” Guimarães, que roda o mundo mostrando os bastidores e novidades no mundo das lutas; “Sensei SporTV”, programa para os apaixonados por lutas e sempre com novidades do mundo dos esportes de combate; “Mundo do Boxe”, que leva ao assinante os grandes clássicos do boxe Internacional de todos os tempos na íntegra; “Espaço Octógono”, relembrando ao assinante confrontos históricos de ídolos do UFC e matérias e reportagens exclusivas; “Combate Brasil”, com os maiores eventos nacionais de MMA e o “Total Shock”, mostrando a íntegra dos eventos Ultimate Fight Night, UFC Unleashed e UFC Wired, além do Clipe Combate e Aula Particular, no qual um atleta de renome ensina passo-a-passo como aplicar os golpes utilizados no MMA.

O canal transmite ainda as lutas do K1, os eventos nacionais Jungle Fight, Bitetti Combat, Brasil Fight e Amazon Fight e disputas de boxe por títulos mundiais, modalidade da qual possui o maior acervo da TV brasileira. Para seguir o twitter do canal acesse http://www.twitter.com/canalCombate.