Cadastre-se | Login

Notícias

28/10/2018 - 05h01

WGP 50 coroa Bruno Gazani, Cesinha Almeida e Diego Piovesan em noite histórica


Crédito: David Leite/WGP

Gazani bate Minotinho em verdadeira guerra e mantém título, Cesinha domina argentino e leva cinturão dos cruzadores; Diego Piovesan destrona Hector Santiago em atuação irretocável

A noite deste sábado, dia 27 de outubro, em São Bernardo do Campo (SP), prometia entrar para história do WGP Kickboxing. Mas o show comemorativo de número 50 foi além do esperado. Com três disputas de cinturão, novos campeões coroados, verdadeiras guerras e muita festa das torcidas a noite foi, de fato, histórica. Na luta principal da noite Bruno Gazani manteve o cinturão dos meio-médios (até 71,8kg) ao derrotar Robson Minotinho em uma verdadeira guerra. Entre os cruzadores (até 85,1kg) Cesinha Almeida não deu chances ao argentino Lucas Alsina e faturou o cinturão vago da categoria. Já pelos leves (até 60kg) Diego Piovesan teve uma atuação dominante e destronou Hector Santiago. Outro destaque da noite foi o nocaute relâmpago de Anderson Buzika sobre Marcelo Dionisio. A próxima edição acontece no dia 24 de novembro, em Brasília.

O momento mais esperado do WGP #50 fez jus às expectativas. Com uma verdadeira festa das duas torcidas Bruno Gazani e Robson Minotinho finalmente se encontraram dentro do ringue depois de muita provocação. E a tensão parece ter tomado conta dos atletas, que fizeram um primeiro round estudado e com bons momentos para ambos os lados. Nos dois assaltos seguintes o desafiante abriu leve vantagem aproveitando-se dos chutes na perna e linha de cintura. Nos rounds derradeiros o campeão acordou e equilibrou o combate com muita raça e vontade. Ao final dos quinze minutos muitos aplausos e vitória de Bruno Gazani por decisão unânime, porém muito apertada.   

Cesinha Almeida e Diego Piovesan se sagram campeões

No co-main event da noite Cesinha Almeida e Lucas Alsina ficaram frente a frente pelo cinturão dos cruzadores após Alex Pereira vagar o posto. Depois de um início muito estudado, Cesinha começou a tomar conta da luta com low kicks potentes, que foram minando o argentino. No quarto round, após castigar a perna direita de Alsina, Cesar Almeida derrubou mais uma vez o adversário colocando fim ao duelo. Favorito ao combate, Cesinha confirmou as expectativas e é o novo campeão dos cruzadores.

No embalo das duas torcidas Hector Santiago e Diego Piovesan protagonizaram a primeira luta valendo cinturão da noite. Campeão dos leves, Hector começou sendo pressionado pelo desafiante, mas aos poucos foi equilibrando o duelo. Mesmo assim Piovesan saiu na frente. O segundo round começou com desafiante aplicando um knockdown no campeão que levou o público à loucura.  No assalto seguinte mais um knockdown de Diego com uma joelhada na linha de cintura que fez o atleta da União ABC abrir larga vantagem. A partir daí foi só controlar a luta e comemorar. Diego Piovesan é o novo campeão dos leves do WGP.

Nocaute relâmpago e duelos eletrizantes marcam superfights

Um dos pontos mais altos do WGP #50, sem dúvida, foi a atuação de Anderson Buzika diante de Marcelo Dionisio. Com a expectativa de um duelo equilibrado, Buzika surpreendeu ao imprimir um ritmo alucinante desde o primeiro segundo e nocautear após incrível sequência. Já o combate entre o argentino Damian Segovia e o brasileiro Janio Mancha a decisão ficou para os juízes após três rounds muito equilibrados. E nos critérios de desempate o argentino acabou levando a melhor.

Em um dos embates internacionais da noite, o boliviano Renzo Martinez e o brasileiro Robson Bull Terrier levantaram o público presente. Ao final dos nove minutos a contundência e o gás de Renzo pesaram e o fizeram vencer por unanimidade. No confronto entre Haime Morais e Johnny Klever o improvável aconteceu: um duelo entre os super-pesados (+94) decidido por pontos. Depois de uma verdadeira batalha vitória para Johnny por decisão majoritária.  

O confronto entre Jonathan Ferreira e Gustavo Jones foi empolgante. Depois de três assaltos insanos melhor para Jonathan, que venceu na decisão unânime. No duelo feminino mais esperado da noite, Aline Pereira, irmã da estrela Alex Pereira, enfrentou Tatiana Campos e fez bonito. Depois de três rounds de muita trocação, Aline levou a melhor por unanimidade. Nas lutas do Undercard os destaques foram Thiago Santos e Laís Fiona. Enquanto o primeiro aplicou um lindo nocaute sobre Vitor Hugo, a segunda dominou Priscila Brizola e levou a melhor após o médico interromper o combate devido a uma lesão de Brizola.

WGP #50: Resultados oficiais

MAIN CARD

Bruno Gazani venceu Robson Minotinho por decisão unânime

Cesar Almeida venceu Lucas Alsina por nocaute no quarto round

Diego Piovesan venceu Hector Santiago por decisão unânime

Damian Segovia venceu Janio Carvalho por decisão dividida

Anderson Buzika venceu Marcelo Dionísio por nocaute no primeiro round

Renzo Martinez venceu Robson Bull Terrier por decisão unânime

Jhonny Klever venceu Haime Morais por decisão majoritária

Jonathan Ferreira venceu Gustavo Jones por decisão unânime

Aline Pereira venceu Tatiana Campos por decisão unânime

UNDERCARD

Leo 'Bahia' venceu Paulo Pizzo por decisão dividida

Manoel Sousa venceu Marcos Alves por decisão unânime

Lais 'Fiona' venceu Priscila Brizola por nocaute técnico (interrupção médica) no segundo round

Thiago Santos venceu Vitor Hugo por nocaute no terceiro round

Jeniffer Ferraz venceu Isa Livramento por decisão unânime

Renan Alcantara venceu Manoel Cajé nos critérios de desempate