Cadastre-se | Login

Notícias

11/12/2018 - 21h28

WGP #52: última edição do ano promete pegar fogo


Foto: Julie Werner - Divulgação WGP

Além da presença de Vitor Miranda na luta principal do evento deste domingo, dia 16, em Joinville, card terá Andrea Salazar vs Julie Werner por cinturão interino e Bruno Cerutti vs Leandro SIlva por título brasileiro

O WGP #52, que acontece neste domingo, dia 16 de dezembro, tem ingredientes de sobra para um evento marcante na história da organização. Pela primeira vez na cidade de Joinville, em Santa Catarina, o maior evento de kickboxing da América Latina realiza seu último show de 2018 com Vitor Miranda na luta principal e outras duas atrações que vem dando o que falar. Pela divisão dos leves feminino (até 60kg) a argentina Andrea Salazar encara a brasileira Julie Werner em duelo que vale o título interino já que campeã Nina Loch está impedida de atuar por conta de uma lesão. Outro combate emocionante, pela divisão dos leves (até 60kg), Bruno Cerutti encara Leandro Silva. O confronto vale o título brasileiro de kickboxing. O evento tem início às 16h50 com o Undercard e terá transmissão ao vivo do Canal Combate, Fox Sports e Bandsports a partir das 21h.

Diferente da grande maioria dos lutadores, a argentina Andrea Salazar começou na modalidade apenas aos 27 anos. Mas sua trajetória nos esportes vieram desde cedo. Dos seis aos 15 anos ela competiu no atletismo, até que precisou parar para trabalhar e só retornou muito tempo depois para ser apresentada ao kickboxing. Dali em diante foi paixão à primeira vista. Em sua única luta no WGP ela fez bonito. Diante campeã da categoria Nina Loch, em uma superluta sem valer o título, Andrea não tomou conhecimento e atropelou logo no primeiro round. Sua atuação, diante da sua torcida já que o evento foi em Buenos Aires, chamou muita atenção e a credenciou a disputar o cinturão diante da própria Nina, porém uma lesão da campeã abriu espaço para o duelo com Julie pelo título interino.

“Eu tenho treinado por meses para esse título, só saio do ringue com o título interino em mãos e o passaporte para lutar com a Nina. Na verdade, eu luto com quem eles colocarem, mas  a campeã deveria querer lutar de novo comigo, com certeza nós dois concordamos que não houve luta, foram menos de 30 segundos. As expectativas são ótimas, não tenho nada a perder, mas tenho muito a ganhar. Não há atleta fora do Brasil que tenha o título do WGP, o que para mim seria uma grande conquista e para toda a América do Sul”, afirma Andrea que tem um total de nove vitórias em 11 lutas profissionais.

Do outro lado estará Julie Werner, atleta com experiência de sobra no cenário nacional e internacional. A catarinense de Rio Negrinho começou nas artes marciais um pouco tarde. Seu primeiro contato foi direto no kickboxing, com 20 anos, após ser assaltada. Na luta em pé ela soma resultados expressivos e um aproveitamento perto de 80%. Sua maior inspiração é a kickboxer holandesa Lucia Rijker. A catarinense também passou bastante tempo lutando MMA e chegou a enfrentar uma das estrelas mundiais, Holly Holm, um pouco antes da clássica luta diante de Ronda Rousey no UFC. No WGP, ela fará sua segunda luta, já que bateu Cristmi Páfaro, na estreia, em 2016.

“Estou muito dedicada aos treinos, conciliando entre as aulas coletivas e particulares. Minha expectativa com certeza é das melhores, todos meus alunos, amigos, familiares e fãs da luta estarão lá presentes e quero dar meu máximo. Essa vitória significa muito, estou de volta e no melhor evento de trocação pela disputa do cinturão interino, essa vitória trará muitas coisas boas, positivas que acrescentarão para minha vida profissional. Mais visibilidade, consequentemente apoio, alunos, mais treinos para a próxima luta”, garante Julie, que soma um cartel de 33 vitórias em 41 lutas disputadas.

O card do WGP #52 conta ainda com outras atrações. Uma delas vale o título brasileiro de kickboxing. Bruno Cerutti vai encarar Leandro Silva, pela divisão dos leves (até 60kg). Um dos principais nomes do sul do país na sua categoria, Bruno vem embalado depois de conquistar o bicampeonato pan-americano no México, no último mês de outubro. Enquanto Leandro faz sua estreia, mas chega respaldado por um cartel de 17 vitórias em 19 lutas, sendo dez nocautes e apenas sete derrotas no currículo.

Pesagem acontece na véspera em Shopping de Joinville

A pesagem oficial do WGP Final Tour acontece na véspera do evento, dia 15, às 15h, na praça de alimentação do Shopping Mueller Joinville, localizada no endereço R. Sen. Felipe Schmidt, 235 - Centro. A entrada da imprensa é livre mediante apresentação de identificação profissional ou contato prévio com a assessoria de imprensa. Além dos duelos entre Andrea e Julie e entre Bruno e Leandro, o card do WGP #52 conta com outras oito lutas no card principal, com destaque para o main-event da noite entre Vitor Miranda, que retorna às suas origens, para encarar o paraguaio Elias Rodriguez.

WGP #52 - Final Tour

Data: 16/12 (domingo)

Local: Complexo Centreventos Cau Hansen - Av. José Vieira, 315 - América, Joinville - SC, 89204-110

Hora: 16h50 (Undercard) / 19h30 (Super Fights) / 21h00 (Main Card)

Ingressos: www.minhaentrada.com.br

WGP 52 Main Card

Main Event: Super Fight

Peso Pesado (94,1kg)

Vitor Miranda (Team Nogueira/Vithai Academy - BRA) vs Elias Rodriguez (Team Wolf/Fight Center - PAR)

Co-Main Event: WGP Interim Title Bout

Peso Leve Feminino (60kg)

Julie Werner (Sigma Gym - BRA) vs Andrea Salazar (Mudo Team/Dojo serpiente – ARG)

Título Brasileiro de Kickboxing (K1 Rules)

Peso Leve (60kg)

Leandro Silva (Chute Boxe Floripa) vs Bruno Cerutti (Nak)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Fabricio Zacarias (Immortal Fight Team - BRA) vs Renzo Martinez (Team Marcelo Salas - BOL)

Super Fight

Peso Pena Feminino (56kg)

Dayane Córdova (Immortal Fight Team) vs Amanda Torres (Nova União/MSP)

Super Fight

Peso Super Médio (78,1kg)

Thiago ‘Golden Boy’ Conceição (União ABC/Thailand Top Team) vs Rodolfo Cavalo (Brazilian Alves)

WGP 52 Super Fights

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Tiago Baader (Chute Boxe Floripa) vs Marcos Carvalho (Teixeira Team)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Leandro Jobu (Ponto 1) vs Nichollas Pestilli (Corinthians Kickboxing)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Jeferson Silva (World Strong Fight Team) vs Matheus Moreira (Vendrame Team)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Rodrigo Teixeira (Teixeira Team Guaratuba) vs Jonathan Vendrame (ITF Vendrame Team)

WGP 52 Undercard

Peso Casado (67kg)

Paulo Nadal (Fight Combat NFT) vs Dilamar Greschinski (Master Fight Team)

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Thalison Cruz (Thai Boxe Brasil) vs Carlos 'Thaide' Diego (World Strong Fight Team)

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Edson Pastor (Teixeira Team Guaratuba) vs Luiz Henrique (Fight Lab)

Peso Super-Leve (64,5kg)

Rafael Baader (Chute Boxe Floripa) vs Vinicius Oliveira (Ponto 1)

Peso Cruzador (85,1kg)

Felipe Macedo (Fight Combat) vs Gabriel Motta (Teixera Team Guaratuba)

Peso Casado (75kg)

Jefferson Costa (Fight Combat Itajai) vs Jhonatan da Silva (World Strong Fight Team)

Peso Casado Feminino (48kg)

Vick Souza (Chute Boxe Floripa/Star Gold) vs India Machado (Guetto Diamond)